A preparação psicológica na etapa pré e pós-operatória da cirurgia bariátrica

O profissional de Psicologia auxilia o paciente e o encoraja a corrigir hábitos

A dimensão psicológica tem grande interferência na realização de uma cirurgia bariátrica, que implica em um ajuste comportamental e na adoção de novas práticas de vida que vão acompanhar o paciente para o resto de sua existência, indicando a clara necessidade de adaptação a estas novas nuances de vida. Daí a necessidade de uma boa preparação psicológica para a realização deste procedimento.

A Terapia Cognitivo-comportamental é a prática terapêutica normalmente usada neste processo de adaptação a um novo estilo de vida para o candidato à cirurgia.
 

O profissional de Psicologia auxilia o paciente e o encoraja a corrigir hábitos; postergar doenças; agir preventivamente; usar medicamentos racionalmente; equilibrar ambientes emocionais; e ampliar a rede de suporte social. Procura trabalhar os medos destes indivíduos, orientando-os para uma vida mais ativa, trabalhando em equipe interdisciplinar para que o mesmo saia de seu papel comum de paciente e seja um agente promotor de seu bem estar, capaz de cuidar de sua saúde física (dieta, exercício e repouso); saúde mental (memória e redução de estresse); e saúde social (valorização do papel no ciclo familiar). O que, na prática, significa: manter um baixo nível de doenças (estilo de vida saudável); manter um funcionamento físico e mental elevado; e manter um envolvimento/compromisso ativo com a vida.


Talvez o maior desafio do profissional de psicologia consista em estar presente juntamente com a equipe, prestando apoio e trabalhando as modificações de comportamento do paciente, deixando de ser somente um emissor de laudos psicológicos.
O acompanhamento psicológico não se limita à preparação cirúrgica, atuando de forma estratégica na adaptação do paciente após a cirurgia bariátrica.

 

Etapas do acompanhamento psicológico

 

Anamnese
Momento no qual se busca colher dados sobre o paciente, sua historicidade, fatores que possam interferir em seu estado de saúde atual, frustrações, histórico familiar, com o objetivo de verificar seu estado mental atual, funções cognitivas, além de desenvolver um Plano Terapêutico adequado ao indivíduo. 


Clarificação e motivação

É quando propõe-se colocar o paciente em estado catártico, para promover uma reflexão do mesmo sobre sua escolha, perdas, reconstruções possíveis, e o preço a pagar. Assim espera-se que o paciente amadureça a sua decisão e adira ao processo interdisciplinar. 

 

Testagem e emissão do laudo
Efetua-se uma testagem de personalidade (não há regulamentação específica sobre qual teste é aplicado) para colher dados sobre a personalidade do paciente os quais subsidiam a emissão do laudo juntamente com as etapas anteriores. 

 

Desmistificação da cirurgia
Feita após a certeza da data e do tipo de procedimento que será efetuado pelo paciente, composto de técnicas de relaxamento e mudança de estado de consciência do paciente, treinando-o para se manter calmo durante o período imediatamente antecedente ao procedimento.

 

Manutenção
O paciente continua sendo acompanhado pelo psicólogo após a cirurgia bariátrica, como forma de fornecer suporte à sua adaptação.

Objetivos da atuação do psicólogo

 

-Conscientizar o cliente acerca de seu papel na cirurgia bariátrica;

-Verificar seu estado mental e motivacional;

-Clarificar a natureza do trabalho interdisciplinar;

-Provocar reflexão do paciente sobre seu estado atual;

-Verificar possíveis substitutivos psicológicos para a alimentação exagerada;

-Desmistificar a cirurgia;

-Colher informações para a emissão do laudo;

-Trabalhar os sonhos e possibilidades reais do paciente;

-Trabalhar auto estima e auto imagem.

 

Instituto AMO- Tratamento da Obesidade

Rua Jaime Pinheiro, 36

Próximo ao Shopping Iguatemi

Bairro: Guararapes

CEP:60810-250

Fortaleza-Ceará-Brasil


 

 

Telefones:

(85) 3181.4522/3181.4422

(85) 98402.7709 (OI)

(85) 99942.2648 (Tim)


 

 

© Instituto AMO